A posse do prefeito Danilo Joan (PSD) e do vice-prefeito Moacyr Pedro da Silva (PSD) na Prefeitura de Cajamar será no dia 25 de abril, segundo a Câmara dos Vereadores. Os dois foram diplomados nesta segunda-feira (15) no cartório da 354ª zona eleitoral. Eles foram eleitos no último dia 17 de março durante eleição suplementar e terão um mandato de menos de dois anos.

A chapa de Danilo Joan e Moacyr “Só Galpão” teve 48,17% dos votos válidos. O segundo colocado foi Eurico Missé (DEM), que terminou com o percentual de 25,28%. Atualmente, a cidade está sendo governada pelo presidente da Câmara de Vereadores, Saulo Anderson (PSD).

A cerimônia de diplomação ocorreu no Salão do Juri do Fórum, localizado no Distrito de Jordanésia. Pela primeira vez, a Juíza Gina Fonseca abriu a cerimônia para o público, com o intuito de aproximar a população do Judiciário.

A diplomação é um ato oficial em que a Justiça Eleitoral atesta quem foi eleito de fato. Na solenidade o Prefeito eleito e o vice-prefeito recebem os diplomas devidamente assinados, o último passo que finaliza os trabalhos da Justiça Eleitoral.

Participaram da cerimônia diversas autoridades do Poder Judiciário, o representante da Prefeitura de Cajamar, Prefeito Interino Saulo Anderson, além dos familiares dos eleitos.

A cerimônia de posse será realizada na Câmara Municipal no próximo dia 25, às 10h.

Cassação da Prefeita

O município passou por eleição suplementar após a Justiça Estadual cassar a então prefeita Paula Ribas (PSB) e sua vice, Dalete Oliveira (PCdoB). Uma das principais motivações para a decisão foi que elas beneficiaram-se de obras de pavimentação e recapeamento de dezenas de ruas do município nos meses que antecederam as eleições com claro objetivo de influenciar o resultado do pleito e desequilibrar a disputa eleitoral.

O TRE assinalou ainda que Paula Ribas aproveitou-se das obras para realizar propaganda massiva em favor de sua chapa por meio de redes sociais e do jornal do Partido Socialista Brasileiro (PSB), que distribuiu 10 mil exemplares em um município com 57 mil eleitores, o que teria alcançado quase 20% do eleitorado local.

Eleição – Resultado

Danilo Joan (PSD) venceu a eleição suplementar por 48,17% dos votos válidos do município – contra 25,28% do democratas Eurico Missé. A eleição ocorreu no dia 17 de março.

Sete candidatos participaram da disputa. Na cidade com eleitorado de 61.622 eleitores, houve abstenção de 17.342 pessoas (28,14%) e comparecimento de 44.280 (71,86%). Houve 1.766 votos em branco e 3.252 votos nulos. Ao todo, foram 39.262 votos válidos.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.