Estudos apontam que 40% das nossas ações diárias estão no modo automático, são realizadas sem nossa atenção plena. Como escovar os dentes, tomar banho, comer, ir até o trabalho. Quando você percebe, já realizou, já terminou, já chegou. Isso sem falar daqueles que estão lendo e tentando lembrar o que comeu no almoço. O nosso cérebro ele armazena alguns comportamentos e situações no nosso inconsciente, ou seja ele memoriza, afim de economizar energia. Assim podemos realizar algumas atividades sem exigir dele concentração e energia, é a lei do minimo esforço.

Esse mecanismo é muito importante, pois, já se imaginou escovando os dentes, ou tomando banho e pensando em cada movimento que é necessário para a execução dessas tarefas? Pois é, ficaríamos mentalmente exausto de pensar em tudo. Assim como temos algumas ações que são armazenadas no inconsciente para economizar energia, também há pensamentos, sentimentos, crenças que estão lá e de lá comandam nossas atitudes. Como assim? Vamos lá.

- publicidade -  

As vezes você está diante de um desafio, pode ser uma entrevista, ou uma proposta, até mesmos um relacionamento novo, algo que você até deseja que se realize (isso conscientemente), mas do nada vem aquele pensamento. “mas acho que não vai dar certo” “Isso é muito difícil” “Vou me machucar de novo, melhor nem tentar” “Eu não tenho sorte mesmo” “Dinheiro não vem fácil”. E junto com o pensamento vem o sentimento: Tristeza, angustia, medo. Provavelmente você já teve uma ou mais experiencias ruins a esse respeito e por ter causado um grande impacto emocional, você fez disso uma verdade absoluta e armazenou no inconsciente, e isso vem controlando seus comportamentos.

Pois esses pensamentos baseados no passado, pode nos trazer sentimentos ruins, gerando assim um gatilho para sintomas depressivos e ansiosos. Depressivos por ficar se ressentindo por aquilo que não deu certo no passado, e Ansiosos por ter medo de que as coisas piorem no futuro. E esquecemos de pensar que o mais importante é o que temos hoje. Pois o passado, não podemos mudar, o futuro, também não temos controle, mas o presente é tudo o que temos. Claro que as experiências são importantes, mas para o aprendizado e não para nos limitar, e temos que pensar no futuro, mas sem se esquecer que é o que eu faço hoje que vai determinar como será o meu futuro.

Então, esteja presente, participe do hoje, como se fosse hoje. Aprenda com o que deu errado, abandone a culpa, ou seja, não se culpe e nem culpe ninguém. Aprenda a lidar com o desconhecido, se prepare para aquilo que há de vim. Mas não esqueça de ser feliz com o que acontece hoje.

Por Fatma Bàtista. CRP: 06/125806

Tel: (11) 9.71531182

 


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.