As recentes mortes por febre amarela no Estado de São Paulo levaram a população de Cajamar a correr às unidades de saúde em busca da vacina. Nesta segunda-feira (15) pela manhã, a Unidade Básica de Saúde (UBS) do Parque São Roberto, em Jordanésia, estava lotada.

A estimativa é que a cidade tenha 50 mil pessoas já imunizadas, sendo que este resultado reflete aos mutirões e campanhas realizados nos meses de outubro, novembro do ano passado. Mas não há motivo para pânico, pois Cajamar tem uma situação serena, considerando que ainda não há casos de febre amarela em humanos na cidade. Além disso, o município tem a vacina na rotina dos postos e não há previsão de fracionamento.

O estudante Miguel Lima, de 16 anos, era um dos que aguardavam na fila para tomar a vacina. “Eu vim mesmo por insistência da minha mãe, mas tem que se cuidar. Os surtos Minas Gerais e São Paulo assustam”, disse. A faturista Isabel Aparecida Carvalho Lima, de 56 anos, trabalha em um hospital e diz que tem acompanhado o aumento de casos e, depois de ter conseguido convencer o filho adolescente, agora vai convencer outra filha, de 18 anos. “Eu já vinha insistindo com ele (Miguel) e consegui uma folga para trazê-lo. Agora falta a outra filha para todos em casa ficarem imunizados”, diz ela.

O escultor Otávio Teixeira Mendes Neto, de 71 anos, esperou quase três horas na fila pela vacina. “Cheguei por volta das 14h e fui vacinado por volta das 17h”. Antes disso, ele já havia passado na UBS de Jordanésia, mas a distribuição de senha já tinha ocorrido. “Lá eles distribuíram só até o meio-dia”, contou. Ele disse que se apressou porque em Cajamar a vacina está sendo aplicada em dose única. “Algumas cidades vão dar a dose fracionada porque não tem vacina para todos, então eu quis garantir a dose inteira”, afirmou. A bibliotecária Jane Ribeiro, de 63 anos, e o irmão Waldemar Ribeiro, de 61 anos, também aguardavam para tomar a vacina. “As notícias que ouvimos de aumento de casos nos deixam preocupados. Vim com o meu irmão e pretendo trazer agora os meus pais e os meus filhos. Se tem a vacina, vamos vacinar, não importa o tempo que demora na fila”, disse.

As Unidades Básicas de Saúde do Polvilho, Jordanésia e Parque São Roberto estão aplicando as vacinas contra febre amarela de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h com distribuição de senhas e nos PSFs Cajamar-Centro e Ponunduva às terças-feiras, das 8h às 13h.

Neste sábado, dia 20, a Prefeitura de Cajamar realiza mais um mutirão de vacinação contra a febre amarela na Unidade Básica do Polvilho, das 8h às 15h. A UBS fica localizada na Rua Timburis, no bairro Panorama.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.