Assim como aconteceu no ano passado, em 2016, as Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Cajamar ficarão fechadas devido recesso de fim de ano. Os moradores foram surpreendidos com as postas fechadas de todos os postos de saúde da cidade, exceto Hospital Municipal e Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Pacientes que precisam de consultas ou remédios se sentem prejudicados e reclamam do longo período de recesso decretado pela prefeitura.

As Unidades Básicas de Saúde entraram em recesso na última segunda-feira (18) deixando os moradores na mão. Segundo a Prefeitura, somente após o ano novo as portas dos serviços públicos serão novamente abertas para a população, que devem acontecer em 02 de janeiro de 2018.

Isto ocorre devido decreto nº 5725, de 18 de outubro de 2017, que dispõe sobre pontos facultativos no mês de dezembro de 2017. Em nota, a Prefeitura informou que se trata de um período de recesso, estabelecido na gestão anterior, como forma de proporcionar economia aos cofres públicos.

O decreto interrompe o funcionamento das Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidades de Saúde da Família (USF) e clínica de especialidades até que passe o período de festas de final de ano.

Os serviços do Hospital Municipal Enfermeiro Antonio Policarpo de Oliveira, localizado no Polvilho, e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), de Jordanésia, não terão interrupções, funcionando 24hrs por dia nos 7 dias da semana.

Nas redes sociais, a leitora Leila Alcantara ficou surpresa quando precisou de curativo na Unidade Básica de Saúde do Parque São Roberto, em Jordanésia. Chegando no local, ela não teve atendimento pois as portas estavam fechadas. “Pera, faltando sete dias para o Natal e a saúde já parou, enquanto isto nas cidades vizinhas as UBS não param. Que vergonha, Cajamar!”, disse Alcantara nas redes sociais.

Alguns serviços, como Guarda Civil Municipal, Central de Ambulâncias, Defesa Civil, Serviços Públicos, Velório, Trânsito, entre outros, mantêm o atendimento normal à população.

Quando um funcionário entra em férias, em qualquer empresa, é natural que o seu trabalho seja substituído por outro profissional, até que ele retorne. Mas na prefeitura parece que as coisas não funcionam assim. E os moradores de Cajamar que se cuidem. É melhor não ficar doente neste período.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.