- publicidade -  

Atendendo ao pedido do Ministério Público de São Paulo (MP-SP), o Juiz da 2ª Vara do Foro Distrital de Cajamar, Filipe Levada, arquivou o processo onde o vereador Geraldo Aparecido Lacerda Ferreira, o Cidão (PSDB) foi preso em fevereiro deste ano por portar em sua residência uma arma calibre 32 com o registro vencido.

“A posse de arma com o registro vencido não extrapola a esfera administrativa”, argumentou o MP.

A arma estava registrada no nome do vereador. O MP pediu o arquivamento do processo que foi atendido pela Justiça de Cajamar. Além disto, a fiança de R$ 2.821,00 foi devolvida ao parlamentar. A arma poderá ser retirada após comprovação de regularização.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.