- publicidade -  

A irresponsabilidade com as contas públicas mais uma vez se fez presente na atual administração municipal de Cajamar. Na última quarta-feira, 30 de agosto, a Câmara de Vereadores aprovou nova alteração na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2017, para que o Poder Executivo continue remanejando recursos de uma diretoria para outra, evidenciando a falta de planejamento fiscal.

No primeiro pedido, os parlamentares já haviam autorizado o remanejamento de 30% dos recursos, no entanto, nem isso fez com que a prefeitura controlasse o balanço de receitas e despesas. Pelo contrário, os funcionários tiveram o pagamento de salários atrasados, Unidades de Saúde da Família foram fechadas, médicos demitidos, falta medicamentos nas UBSs, obras de construção e reforma de escolas estão abandonadas, aumentaram os índices de violência como furtos e assaltos, principalmente no Polvilho, entre tantos outros problemas críticos que estão longe de serem resolvidos.

- Publicidade -  

Agora mais 15% de remanejamento de recursos foi autorizado pelo Legislativo sem que o Poder Executivo apresentasse qualquer sinal de responsabilidade administrativa. Isso mostra que os governantes da cidade estão totalmente desconectados da sociedade e agem como se tudo fosse mudar, mas os problemas só aumentam.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.

- publicidade -  
COMPARTILHAR