Luiz Teixeira, foragido desde maio de 2017 teve o mandado de prisão cancelado pela Justiça
- publicidade -  

Reportagem por: JE Online

O Tribunal de Justiça de Cajamar pediu a prisão preventiva do Presidente da Organização Social FENAESC, Dr. Luiz Teixeira S. Junior e sua mulher Liliane Bernardo, ex-funcionária da Prefeitura de Cajamar, pela acusação de desvio de dinheiro público. A ordem expedida no dia 28 de abril, pelo Juiz Filipe Antonio Marchi Levada, pediu a prisão dos dois alegando o “receio de que, por sua condição econômica, venham a se evadir do país”.

Segundo informações da Delegacia de Santana do Parnaiba, Liliam foi presa Pela Polícia Militar uma semana após a determinação judicial, na sexta-feira (05), em Alphaville. As autoridades conseguiram encontrar a mulher através do serviço de inteligência da PM e no carro da acusada teria sido encontrado uma grande quantidade de dinheiro em espécie.

Dr. Luiz Teixeira atuou em Cajamar quando a FENAESC gerenciou o Hospital Regional da cidade em 2016. A Organização Social também construiu juntamente com a Prefeitura o Ambulatório de Especialidade Infantil “Vininha”, no Polvilho, porém após diversos problemas envolvendo direitos trabalhistas dos funcionários, problemas no atendimento, greves e a não prestação de contas da entidade com a Prefeitura Municipal, o governo da Prefeita Paula Ribas rompeu relações com a empresa, que deixou a administração do hospital.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.

- publicidade -