Ex-ministro da Casa Civil teve prisão diminuída para 20 anos e 10 meses

Da Redação eCAJAMAR, com agências

O juiz federal Sérgio Moro aceitou um pedido da defesa do ex-ministro da Casal Cilvil do governo Lula, José Dirceu, e reduziu a pena do político  em dois anos e cinco meses.

Na revisão publicada hoje, o magistrado condena Dirceu a 20 anos e 10 meses de prisão pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa – anteriormente a pena era de 23 anos e três meses.

Moro considerou como atenuante a idade de Dirceu, que tem 70 anos.

O ex-ministro foi preso em agosto de 2015, durante a 17ª fase da Operação Lava Jato, e cumpre pena no Complexo Médico Penal, na região de Pinhais, na Grande Curitiba.

Na época em que foi detido, ele cumpria pena em regime aberto pelo caso do mensalão, no qual foi condenado a sete anos e 11 meses de prisão, em outubro de 2010, por formação de quadrilha.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.