Ministro Gilmar Mendes foi um dos que votou contra anulação de regras

Caberá a ele definir andamento dos trabalhos e a pauta de julgamentos

Da Agência Brasil – redacao@ecajamar.com.br 

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), foi eleito informalmente nesta terça-feira (24) para presidir a Segunda Turma da Corte, colegiado responsável pelo julgamento dos processos oriundos da Operação Lava Jato. 

A partir da próxima terça-feira (31), Mendes assumirá a cadeira, atualmente ocupada pelo ministro Dias Toffoli.

Cabe ao presidente da Turma definir o andamento dos trabalhos e a pauta de julgamentos. Mendes comandará a turma em função da renúncia do decano, Celso de Mello, que seria o próximo a assumir a presidência, cujo mandato é de um ano.

Também fazem parte da Segunda Turma a ministra Carmen Lúcia e o relator da Lava Jato, ministro Teori Zavascki.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.