Quatro disparos atingiram o suspeito, que dirigia seu veículo, um Fiat Uno, junto com outros dois comparsas

Geraldo Dias Netto/Jornal de Jundiaí

Um morador de Cajamar morreu na madrugada desta quinta-feira (12) durante confronto com policiais militares do 49º batalhão. O embate ocorreu após perseguição por diversas cidades da Região, incluindo Campo Limpo Paulista, Jarinu, Várzea Paulista e Jundiaí, terminando em Itatiba.

Quatro disparos atingiram o suspeito, que dirigia seu veículo, um Fiat Uno, junto com outros dois comparsas, fugindo após um roubo que praticaram em Jarinu contra três adolescentes, com idades entre 15 e 17 anos. Um deles conseguiu fugir e outro se entregou depois que o veículo se acidentou.

FSP250000015765Segundo a Polícia Militar, os tiros foram um revide aos disparos que o suspeito, identificado como Olivan Ferreira dos Santos (foto), de 46 anos, deu contra a equipe que o perseguia. Ao contrário do comparsa que decidiu se entregar, ele resolveu confrontar os militares, atirando pelo menos três vezes contra eles.

Jadson dos Santos Silva, 25, morador em Caieiras, foi preso em flagrante e levado á delegacia de Itatiba. Ele foi identificado pelos adolescentes como um dos homens que participaram do assalto em Jarinu. A Polícia Civil trabalha agora para identificar criminoso que conseguiu fugir.

Roubo – Segundo relato dos adolescentes à polícia, eles conversavam em frente da casa de um deles, quando o Uno passou pelo local por duas vezes. Apesar de chamar a atenção, ninguém desconfiou de que se trataria de um assalto até a parada do condutor e desembarque de três homens, sendo um com uma arma de fogo. Após o roubo de três celulares, a PM foi acionada e começou a fazer buscas pelas imediações, encontrando o Uno, que tinha um amassado na lateral, no km 64 da rodovia Edgar Máximo Zamboto.

Em alta velocidade, teve inicio à perseguição que durou diversos quilômetros, passando por cidades da Região de Jundiaí, até que na rodovia Romildo Prado, em Itatiba, o Fiat se acidentou em um trecho em obras. Conforme relataram os PMs envolvidos na ocorrência, os ocupantes desceram do veículo ainda em movimento e um se entregou, enquanto o outro fugiu e o terceiro, armado, disparou contra os policiais. Neste momento, foi atingido no tórax e abdome por quatro tiros, morrendo no local.

Um revólver calibre 38, municiado com seis projéteis – três deflagrados – foi apreendido. Também foram recuperados os três aparelhos celulares, que foram devolvidos aos adolescentes. 

Morador de Cajamar

Olivan Ferreira dos Santos, 46 anos, conhecido popularmente como Ivan Carioca e trabalhava como autônomo em transporte de passageiros no Distrito de Jordanésia.

Natural de Sao Joao da Mata, Minas Gerais, Ivan Carioca, disputou as eleições municipais de 2012 pela coligação Compromisso Com A Verdade, encabeçada pelo PSB, que na época tinha como candidato a prefeito o empresário Nenê Gonçalves.

Carioca estava filiado ao PSL (Partido Social Liberal), e nas eleições municipais de Cajamar alcançou nove (9) votos.

O corpo de Ivan Carioca deve ser velado em Louveira no interior de São Paulo.

Com informações do Jornal de Jundiaí.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.