Luiza Valdetaro e Maria Luiza. (Foto: Instagram)

O colunista Anderson Santiago traz um belo texto em sua coluna semanal, e desta vez, abordando o tema ‘O sentido da vida’. Boa leitura

‘Para Filosofar’ com Anderson Santiago – Portal eCAJAMAR – redacao@ecajamar.com.br

Eu poderia mencionar inúmeros filósofos ou pensadores para descrever qual o sentido da vida ou chegar próximo dele.

Muitas em vezes em algum momento, nos encontramos no mais íntimo de nós mesmos e nos perguntamos: Qual é o sentido da vida ou qual a sua finalidade? As perguntas vão surgindo de todos os lados e nem sempre temos as respostas que buscamos. Aliás nem sempre escutamos aquilo que gostaríamos de ouvir.

Epícuro desenvolveu quatro fundamentos essenciais para a busca da Felicidade. Dentre eles um é muito interessante: ”O prazer é fácil de se obter (Se for difícil não é necessário). De acordo com o dicionário Aurélio: Prazer significa ter um sentimento de alegria, de satisfação, aquilo que provoca prazer. Dicionário Aurélio 4ºEdição 2002 .

Para Epicuro a vida regada de prazeres nos livra da dor e dos sofrimentos, ou talvez eles se tornem mínimos que nem daríamos atenção. De fato, quando temos ou cultivamos alguma felicidade ou alegria em nossos dias, dificilmente se tem espaço para uma preocupação ou sofrimento.

O sofrimento com certeza nos machuca e nos amadurece, porém não devemos viver em função dele, mas sim da alegria e da felicidade que nos fazem viver melhor. Uma caminhada, o sorriso de uma criança, uma pintura, uma canção no rádio; existem formas tão simples de deixarmos nossos dias mais felizes e brilhantes e coloridos.

“A felicidade é a mais cruel das armas nas mãos do Tempo” Valéry


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.