- publicidade -  

Mais de 4 mil pessoas sofreram com os sintomas da doença em 2015

Reportagem: Ricardo Rodrigues – REDE CAJAMAR DE COMUNICAÇÃO

Assim como outras cidades da região, no ano passado Cajamar enfrentou uma séria epidemia de dengue. Mais de 4 mil pessoas sofreram com os sintomas da doença, que causa febre e fortes dores por todo o corpo.

Mesmo com os alertas dos agentes de saúde e com mais uma doença transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti, além da Dengue e Chikungunya, agora também o Zika, a população continua descartando lixo com embalagens, que podem se transformar em recipientes para a proliferação do transmissor. Até mesmo móveis velhos são descartados em via pública; uma armadilha nesta época de epidemia.

Em um passeio rápido pela cidade nossa equipe de reportagem se deparou com uma grande quantidade de lixo depositado nas calçadas, e em quase todas as ruas da cidade.

Em um terreno baldio na Rua Cisalpinas os moradores depositaram uma montanha de lixo e dentre eles garrafas pets mau acondicionadas que pode servir de criadouro do mosquito que transmite a Dengue.

No Bairro São Benedito o morador M.H.F. disse estar extremamente preocupado com a situação, “tenho criança pequena em casa, cuido do meu quintal  retiro todo o lixo e qualquer recipiente que possa servir de criadouro do mosquito, mas não sei se meu vizinho faz o mesmo” disse ele.

O morador também afirma que é comum as pessoas colocarem lixo em frente de casa, o problema é que eles não tomam os devidos cuidados na hora de descartar estes lixos, garrafas vazias e sem tampas são comuns e as vezes móveis velhos e sofás; afirmou o morador.

A Prefeitura de Cajamar está atendendo os bairros com a retirada de lixo e entulhos.

Mutirão

No próximo dia 27 a Prefeitura realizará um mutirão contra dengue, chikungunya zika vírus, envolvendo equipes da Diretoria de Saúde, Defesa Civil, Serviços Públicos, Fiscalização, Meio Ambiente, Guarda Municipal, entre outros órgãos.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.