Na data de 24/01/2016, uma guarnição de viatura da GCM, efetuava patrulhamento preventivo/ostensivo na Rua Campos do Jordão localizada no bairro do Polvilho, quando em dado momento abordaram um indivíduo e na busca pessoal, este estava com uma chave residencial na mão. Inquirido, pela guarnição, informou que havia achado o objeto na rua.

No local, a guarnição recebeu denúncia de moradores que havia um barraco utilizado para comercialização de substâncias entorpecentes e havia possivelmente substâncias entorpecentes armazenadas. Solicitado apoio das demais guarnições GCM’s, e na averiguação dos fatos, havia dois indivíduos no interior do barraco e um deles armado com arma de fogo que ao avistar os Agentes da GCM, empreendeu fuga sem disparar contra a guarnição.

Em ato contínuo, o outro elemento, na esboçou reação e na busca pessoal e vistoria realizada no interior do barraco, Fo encontrada uma mala e dentro dessa havia: 78 (setenta e oito) eppendorfs duma substância esbranquiçada aparentado ser COCAÍNA; 560 (quinhentos e sessenta) invólucros plásticos duma substância em pedra na cor amarelada aparentando ser CRACK; 197 (cento e noventa e sete) invólucros plásticos duma substância esverdeada aparentando ser MACONHA. Inquirido sobre as substâncias encontradas o individuo permaneceu silente.

Face ao exposto, foi dada voz de prisão ao indivíduo sendo conduzido tudo e todos para a Delegacia de Polícia em Jordanésia, onde a Autoridade Policial de Plantão após ciência e análise dos fatos ratificou a voz de prisão dada com base no artigo 33 da Lei nº 1134/2006, recolhendo o indivíduo a Cadeia Pública de Cajamar/SP. As substâncias apreendidas foram encaminhadas para o IC (Instituto de Criminalística), sendo positivadas como cocaína, crack e maconha.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.